Etiquetas

domingo, 13 de agosto de 2017

CAMPEÕES EUROPEUS DA PIROMANIA


Há um ano, Portugal rejubilava com o primeiro Campeonato Europeu de futebol ganho por uma seleção portuguesa. Um título há muito desejado e que encheu de orgulho toda a nação. Infelizmente há outras áreas em que somos campeões europeus (e, quem sabe, campeões do mundo...) - a dos incêndios florestais é a mais evidente.
Ontem, um amigo brasileiro procurava, estupefacto, um comentário meu acerca da seguinte notícia: https://www.sapo.pt/noticias/economia/ja-arderam-122-mil-hectares-desde-janeiro-30-_5979f880d112255733dd2648.

 Não sabia que lhe responder, mas senti uma grande vergonha. «Um terço!!!»  Como é possível!?, tendo em conta a pequenez do nosso território no contexto europeu, as muitas autoestradas que temos no território nacional, os propalados brandos costumes portugueses.
Acho que todos nós sabemos que mais de 80% dos incêndios florestais, em Portugal, tem origem criminosa e todos temos a sensação que passam impunes. 

Sim, a prevenção é mal feita; sim, há enorme descuido e desleixo na limpeza das matas públicas e privadas; sim, a proteção civil é ineficaz; sim, a secretaria da administração interna parece uma barata tonta na coordenação; sim, faltam meios aos bombeiros… tudo isto e mais alguma coisa são causas verdadeiras dos muitos incêndios que existem em Portugal e da enorme área ardida no território nacional, desde que haja uns dias de calor e vento, mas não a causa principal. 

A causa principal é que existe cada vez gente absolutamente doente, que não ama o seu país e tem verdadeiro prazer em vê-lo arder. Essa gente é portuguesa, vive no meio de nós e até é capaz de cantar o hino e chorar com os golos do Ronaldo, mas quando chega o Verão não tem pejo nenhum em destruir mais de 120 000 campos de futebol de floresta; não lhe dói a aflição dos vizinhos que perdem o magro pecúlio angariado durante uma vida, que perdem meios de subsistência, casa e outros haveres; não lhes pesa as mortes nem o sofrimento.
Como diria o meu amigo brasileiro, infelizmente, Portugal tem muitos portugueses que não gostam do seu país e até são capazes de o pôr arder.

GAVB

Sem comentários:

Enviar um comentário