Etiquetas

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

PONTUALIDADE FEMININA


Todas as mulheres são pontuais, mas cada uma tem a sua. Tenho uma colega que costuma dizer, com graça, que “antes atrasada do que mal-arranjada” e provavelmente esta é a razão principal da ausência de pontualidade de muitas mulheres.
Claro que há os filhos (eternamente pequenos), a loiça do pequeno-almoço, uma última arrumação de qualquer bibelô pretensamente fora de sítio, o trânsito caótico (ainda que tenha vindo de metro), mas a verdadeira razão para a maioria dos atrasos foi a indecisão quanto ao vestido a usar naquela manhã, um último retoque na maquilhagem, a tortuosa escolha dos sapatos adequados…

Qualquer marido ou namorado já passou pela inesquecível experiência de ver os minutos a passar, a hora do compromisso a chegar enquanto a sua companheira dava mais um retoque na pintura ou decidia à última hora trocar de visual. Alguns ainda tentam o famoso truque de sugerir que o evento «afinal, começa uma hora mais cedo», mas raramente resulta, porque horário de festa é como receita de bolo, mulher sabe de cor. Também há aquelas que gastam qualquer reserva de tempo, por mais larga que ela seja.
O problema da pontualidade feminina, quando em causa está uma festa, um encontro com amigos, um jantar especial, não se resolve – aceita-se. Até porque se evapora por completo quando há um avião para apanhar, um livro de ponto para picar, uma multa para pagar.
Um homem que se habitua ao ritmo do relógio da sua companheira ganha anos de vida. Convém é manter a pose de algum aborrecimento, não vá ela achar que “até se demorou pouco” e da próxima vez alargar o conceito de “já te disse há meia hora que eram só cinco minutos!”
Gavb



Sem comentários:

Enviar um comentário